Pages

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

{Livro} A Garota do Calendário: Abril

Hello,

E as resenhas da série 'A Garota do Calendário' continuam, dessa vez conferimos o mês de Abril. Bora lá conferir comigo?


Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.

Minha opinião:

Assim que Mia troca meia dúzia de palavras com Mason ela já percebe que não faverá possibilidade de ter qualquer relacionamento íntimo com ele, o cara é um BABACA! Mia com o desenrolar da história descobre que Mason na verdade só está 'meio perdido', ama uma mulher que não admite amar, e essa confusão é recíproca hehehehe Mia começa a agir como cupido e isso gera algumas muitas confusões. A família de Mason é incrível, Mia descobre que a mãe do seu 'cliente' morreu de câncer de mama e ela tem uma ideia brilhante pra arrecadar fundos e melhorar a imagem de Mason. Rachel é uma personagem estranha no começo mas quando ela se 'revela' temos uma personagem muito legal. O ponto negativo do livro pra mim foi a 'aparição' de um personagem não muito querido por mim, com ele Mia consegue 'apagar seu fogo' e soltei um sonoro -Ufaaaa! quando percebi que ele não voltou pra ficar. Não foi meu livro preferido da série, mas é um livro legal, na parte da campanha contra o câncer de mama eu até me emocionei. No final do livro Mia conseguiu mais dois amigos, pessoas que serão sempre especiais pra ela. Mia nesse livro foi útil de verdade, ajudou a salvar muitas vidas, ponto pra ela. Resumindo: o livro foi mais tranquilo, Mia conseguiu se mostrar mais, humanamente falando. Claro que teve sexo, mas não foi o foco desse livro e isso foi bem bacana. Ansiosa pelo mês de Maio!

Beijinhos,




6 comentários:

  1. Não conhecia, mas parece bem interessante!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi Fernanda
    Pela resenha deu para notar que você realmente não gosta do homem-fevereiro kkk. Eu estou lendo a série mais ainda não fui conquistada.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir
  3. Também não conheço mas chamou minha atenção!

    ResponderExcluir
  4. Ler? Um século que não faço! Super invejo isso em você!

    ResponderExcluir

Obrigada por passar no meu cantinho! Volte sempre!