terça-feira, 27 de setembro de 2016

{Saúde} Sinusite!!

8 comentários
Bom diaaaa,

Desde pequena eu sempre fui alérgica, vira e mexe ia parar na emergência, com tosse seca, crises horrorosas e ainda tomava mensalmente uma injeção para tentar amenizar os sintomas. Quando tinha 7 anos fiz cirurgia das amígdalas e da adenoide, me mudei para o Nordeste e as crises cessaram. Porém, muitos anos depois 'me descubro' com sinusite! No início achava que era só uma crise alérgica rápida, mas conforme passava o tempo só piorava, fui ao otorrino e ele deu esse diagnóstico. Em julho tive uma crise fortíssima, voltei ao otorrino e fiz um tratamento de 10 dias. Uma injeção, comprimidos e descongestionante nasal, achei que ficaria um tempo bem, mas final de semana passado a crise voltou com força, otorrino de novo e novos medicamentos!! Mas aí você me pergunta: Afinal, o que é sinusite Fernanda?!


Sinusite é uma inflamação da mucosa dos seios da face, região do crânio formada por cavidades ósseas ao redor do nariz, maçãs do rosto e olhos. A doença pode ser secundária a uma infecção, quadro alérgico ou qualquer fator que atrapalhe a correta drenagem de secreção dos seios da face. O nome mais utilizado para esse problema é rinossinusite, pois o processo inflamatório atinge tanto a mucosa dos seios da face como a mucosa nasal.


Pode ser causada por agentes infecciosos, como bactérias, fungos e vírus, quanto por fatores alérgicos. Poeira, choque térmico e cheiros ativos são listados como desencadeadores da rinopatia alérgica. Exposição a determinados agentes químicos e alterações na anatomia nasal ou dos seios da face fazem parte do outro grupo de responsáveis pela sinusite

A sinusite pode ser:
  • Aguda, quando os sintomas estão presentes por um período inferior a 12 semanas
  • Crônica, quando o inchaço e a inflamação dos seios nasais estão presentes por mais de 12 semanas.
A sinusite crônica e sinusite aguda têm sinais e sintomas semelhantes, mas a sinusite aguda é uma infecção temporária dos seios muitas vezes associada a um resfriado. Já a rinossinusite crônica corresponde a um processo inflamatório com duração prolongada (maior que 12 semanas) podendo ainda ser classificada em rinossinusite crônica com polipose e rinossinusite crônica sem polipose. Para o diagnóstico de rinossinusite crônica devemos ter dois ou mais dos seguintes sinais:
Obstrução nasal ou secreção nasal associados a pelo menos um dos sintomas:
  • Pressão ou dor facial
  • Redução ou perda do olfato
  • Associado a alterações tomográficas ou evidenciadas por exame de videonasofibroscopia
  • Com duração maior que 12 semanas.
Outros sinais e sintomas podem incluir:
  • Dor de ouvido
  • Dores no maxilar superior e dentes
  • Tosse, que pode ser pior durante a noite
  • Garganta inflamada
  • Mau hálito (halitose)
  • Fadiga ou irritabilidade
  • Náusea.
Os sinais e sintomas de sinusite crônica são semelhantes à sinusite aguda, exceto que eles duram mais tempo e muitas vezes causam mais fadiga. Febre não é um sinal comum de sinusite.
Obs.: As informações são do site Minha Vida!
Beijinhos,


segunda-feira, 26 de setembro de 2016

{Cotidiano} Finde 39 de 2016

10 comentários
Bom diaaaa,


♥ Sexta: Não teve nada diferente, então vou postar a foto do bolo de churros que comemos na quinta, dia do nosso encontro! 
♥  Sábado: Passei o dia entre faxina e dores... a tosse tá indo embora, então a sinusite resolveu voltar. O lado direito do meu rosto todo dói!
Fonte
♥  Domingo: Ainda não estava 100% mas demos uma saidinha no fim da tarde, fomos ao parque! Teve gorducho que aproveitou muiiiito.

Então, foi isso! Ainda tô com muitas dores, vou marcar otorrino de novo e tentar remediar até lá! E aí, como foi?


Beijinhos,


sexta-feira, 23 de setembro de 2016

{Livro} Just Listen

0 comentários
Hellooooo,

A resenha de hoje é sobre Just Listen, mais um livro lido da Sarah Dessen. Vamos conferir?


Depois de ter sido pega com namorado da melhor amiga numa festa, Annabel Green começa o ano letivo sendo ignorada pelo resto da escola. Mas o que realmente aconteceu naquela noite ainda é segredo, que ela não se arrisca a contar para ninguém. Os problemas de Annabel são explicitados pela recusa da família em admitir os próprios problemas: a fissura da mãe para que as filhas virem modelos famosas e Whitney, a irmã do meio, que sofre de anorexia. Uma amizade em Owen, o DJ da rádio comunitária, que tenta constantemente ampliar os gastos musicais de Annabel, fará a tímida jovem a aprender a falar a verdade, doa a quem doer. Ele tem uma missão quase impossível: fazer com que Annabel 'Não pense nem julgue. Apenas ouça'

Minha opinião:

Primeiro de tudo, eu achei a capa nacional horrível! A capa original achei mais legal, mais 'viva'. Mas deixemos isso de lado e vamos ao que realmente interessa: a história! Esse é o meu segundo livro lido da Sarah, quando pesquisei sobre a forma de escrita dela, soube que ela gosta de abordar temas importantes mas de uma forma mais leve. Esse livro pelo que li, é o mais 'pesado' dela, trata de assuntos super relevantes: bullying, depressão, distúrbios alimentares e estupro! A família de Annabel aparenta ser perfeita, pais presentes, filhas modelos, uma vida 'confortável'...como disse APARENTA. Annabel é a caçula das três irmãs, Kristen é a 'despachada', fala o que pensa, bem resolvida... Whitney é a mais linda, reservada, séria... e Annabel é a apaziguadora, aquele que não causa discórdias, que não causa problemas! Mas isso tem um custo muito alto, ela se anula, se esconde, se fecha num mundinho que não faz bem pra ela mesma, deixa de viver sua vida para agradar a todas, impossível pra ela dizer NÃO. Sua família se vê de cabeça pra baixo com a doença de sua irmã Whitney, ela tem anorexia e passa por muitos problemas. No passado, sua mãe sofreu de depressão após a morte de sua avó e cada um vai seguindo do seu jeito, um jeito complicado de se viver, porque acaba interferindo um na vida do outro. Annabel esconde um segredo, que a fez ser hostilizada na escola e acaba sozinha! Acabaria na verdade, porque Owen aparece e movimenta sua vida! Você pode pensar: 'Ah! Só mais um clichê'... opaaa, calma aí, continua a ler o livro e você se surpreenderá! O livro não foca só nos personagens principais, vários outros personagens são tratados com o mesmo cuidado e atenção. Annabel com o passar 'das páginas' vai amadurecendo, não é de repente, não é uma reviravolta bombástica, mas ela evolui gradativamente. Owen, algumas vezes é meio irritante com a questão da música, mas é um ótimo personagem, ajuda Annabel a se encontrar, se descobrir. Tem suas peculiaridades, mas é impossível não gostar dele, inteligente, carismático! Kristen e Whitney são opostas mas se completam, a realidade entre irmãos, ora bem demais, ora mal demais! Rolly e Clarke formam uma boa dupla, é engraçado 'lê-los'. Sophie pra mim foi detestável, do início ao fim, uma pena que exista na vida real pessoas como ela, que são populares, porém não são pessoas do bem! Deixei pro final a personagem que em meio a tanta coisa séria, me fez rir: Mallory! A irmã de Owen é uma figura, ela é muitas vezes sem noção, super fã de Annabel e o mundo da moda. Ela e suas amigas vivem nesse mundinho fashion meio louco e faz a alegria de muitos (Não que Owen concorde!!) Ela é quem dá leveza num livro que trata de tantas coisas sérias... Eu super indico esse livro!!!

Beijinhos,

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

{Livro} A Garota do Calendário: Março

9 comentários
Hellooooo,

Hoje voltou com resenha sobre a série  'A Garota do Calendário', dessa vez com o terceiro livro, o mês de Março! Vamos conferir?


Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva, mas ela está prestes a descobrir...

Minha opinião:

Ao contrário do segundo livro, o mês de março me agradou bastante. Mia voltou a cair nas minhas graças hehehehehe ela se mostra novamente uma personagem querida, a mesma Mia de 'Janeiro', aquela que se preocupa com todos ao seus redor, quela de coração imenso. Esse livro posso dizer que foi 'fofo', a quase falta de sexo deu uma leveza extra ao livro. Anthony, apesar do físico, é um querido e tem uma família super alto-astral. As irmãs dele, principalmente Angie, são bem legais. Mas quem realmente ganhou meu coração nesse livro foi Hector! Ai, eu queria ele como amigo hehehehe ele, apesar de tudo, segue firme e forte com seu amor e dedicação. Eu meio que esperava esse tipo de 'questão' mas não imaginei que seria com O personagem...e posso dizer que o final me agradou bastante, fiquei muito feliz com o papel da Mia nisso tudo! Fiquei tensa com o encontro da Mia com o Blaine, achei ele muito tranquilo sendo que pelo que lemos, ele não é um homem de aceitar ameaça e intimidação. Aguardemos cenas dos próximos capítulos! Tô muito ansiosa por 'Abril', mas até agora esse foi o livro da série que mais me agradou.

Obs.: Vocês podem achar que as resenhas da série estão bem resumidas, mas a questão é: o livro é curtinho, fico com medo de me estender e acabar dando spoiler! Então falo só das minhas impressões principais e deixo vocês descobrirem as surpresas que a série traz.

Beijinhos,

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

{Cotidiano} Finde 38 de 2016

9 comentários
Bom diaaaa,

Muitas bênçãos pra nós nessa semana!

♥  Sexta: Passei a semana com alergia: rouquidão, tosse extremamente seca, então como tava difícil pra dormir, fui assistir 'Stranger Things'.

♥  Sábado: Ainda ruim, mas consegui fazer uma faxina básica de manhã. A tarde aceitei o convite dos meus amigos e saímos. Na verdade eu não ia, mas Arthur tava tão estressado em casa, achei que seria melhor sair com ele e deixá-lo correr por aí hehehehe foi bom encontrar o pessoal.
Churros 
♥ Domingo: Não consegui dormir quase nada na madrugada, então maridão ficou com o gorducho de manhã pra eu tentar dormir. A tarde fomos à Cacau Doceria, como sempre : conversa boa e comidas gostosas.

...

Hoje, segunda, foi dia de fazer exames. Fiz os de sangue pra já ir ao gineco com os resultados, tenho certeza que ele pedirá ultrassom (tenho ovários policísticos) e me encaminhará a um endocrino (o tempo de comilança acabou, certeza!!!)



sexta-feira, 16 de setembro de 2016

{Casinha} Organização do lar

10 comentários
Helloooo,


Nas minhas andanças, vi no blog da Bezinha dicas de organização da casa. Eu sou casada desde 2010, mas depois que o Arthur nasceu minha rotina tá toda 'desrotinada' hahahaha A verdade é que no momento estou meio perdida quanto a arrumação da casa, porque criança adora espalhar tudo que vê pela frente, então além de trabalhar fora, cuidar do meu bebê de 02 anos, dar atenção pro marido, também voltei a estudar. O que significa que vivo em modo The Walking Dead hahahaha e preciso URGENTE de algo que me dê uma luz pra questão da casa!


O que me chamou a atenção foi esse cronograma, já que eu tenho pouco tempo a noite, mas no blog tem várias outras dicas pra otimizar o seu tempo e deixar sua casa uma bonequinha! (A Bezinha selecionou a maioria das dicas do blog  Organize sem Frescuras )


Beijinhos,

terça-feira, 13 de setembro de 2016

{Livro} Os Bons Segredos

11 comentários
Helloooo,

Hoje vou falar sobre Os Bons Segredos de Sarah Dessen! Bora conferir?


Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho.

Minha opinião:

Esse livro a princípio não me chamou a atenção totalmente, comecei a ler e parei...depois de uns dois dias voltei a lê-lo e valeu a pena! Conforme você vai lendo, vai se interessando mais, se identificando muitas vezes com algum personagem. É uma leitura que trata de assuntos sérios, mas escrita de forma leve que faz com que a leitura seja prazerosa. Você se sente bem, apreensiva, cativada... você se sente na história. Sydney sofre por sempre viver à sombra de Peyton (seu irmão), seus pais (principalmente sua mãe) não conseguem focar em nada além dele, e isso pra qualquer um é motivo suficiente pra tristeza e solidão. Ela consegue viver 'invisível', mas não por muito tempo, quando Layla e consequentemente Mac entram em sua vida, Sydney consegue encontrar neles, o que realmente queria mas que não sabia que procurava. Sydney às vezes me dava raiva por não chutar o balde, por sempre aceitar passivamente a decisão dos pais (que meu filho nunca leia isso kkkkkkkk) mas no fim sei que era o certo, e ela é uma garota encantadora e que tinha suas opiniões, só não sabia como externá-las. Mac é um garoto nota mil, lindo, inteligente, amigo, companheiro, apesar da pouca idade, um garoto exemplar. Não há como falar de Mac e esquecer a engraçada, 'viciada em batata frita' Layla, nela Sydney encontra um porto-seguro, é meio desequilibrada mas de um coração gigantesco, Layla ganhou meu coração com suas manias e sua atitude! A família Chatam (de Mac e Layla) é uma família que você gostaria que fosse a sua, eles são simples, vivem algumas dificuldades, mas tem um amor enorme pelos seus e sabem receber de braços abertos. Ser 'aceita, adotada, integrada' foi a melhor coisa pra Sydney. Mas falemos de um certo personagem... Ames, me arrepio só de lembrar! Ele é bizarro, obscuro,  e que conseguiu 'enganar' direitinho os pais negligentes de Sydney. Eu não gostei dele desde o começo, e que bom que meu faro não falha! Existem outros personagens muito interessantes, cativantes, engraçados... é uma leitura que eu super indico. Fala de amizade, lealdade, amor, aceitação... Você não se arrependerá!

Beijinhos,